Você está aqui
Início > Diversos > 16 Fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT

16 Fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT

O termo LGBT é a sigla de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgêneros, a comunidade LGBT cresce a cada dia que passa e seus direitos também e isso é ótimo para a cidadania, porém ainda há muita coisa a ser feita, ainda existe muito preconceito e racismo com a comunidade LGBT. Vamos conhecer os 16 fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT que você provavelmente não sabia.

16 fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT
16 fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT

16 Fatos e curiosidades sobre a comunidade LGBT que você não sabia

1. Sally Ride teve uma parceira há mais de 25 anos, fazendo dela a primeira astronauta LGBT conhecida.

2. A primeira organização pro-LGBT do mundo foi feita em 1897 na Alemanha atual; eles procuraram revogar uma lei que criminalizou o sexo entre homens e entre as pessoas que assinaram sua petição estava Albert Einstein.

3. Embora uma cristã firme e fiel, a esposa do Dr. Martin Luther King Jr, Coretta Scott King foi uma das primeiras defensoras dos direitos dos homossexuais. King lutou pela Lei de Direitos Civis para incluir cidadãos LGBT como uma classe protegida.

4. O triângulo LGBT originou-se durante a ascensão de Adolf Hitler ao poder. Foi usado para identificar prisioneiros do sexo masculino que eram homossexuais. Originalmente concebido como um emblema de vergonha, o triângulo rosa (muitas vezes invertido de seu uso nazista) foi recuperado como um símbolo internacional do movimento dos direitos dos homossexuais.

5. Ativistas LGBT na Austrália criaram um reino em ilhas próximas, chamado de Reino Gay e Lesbiano das Ilhas do Mar de Coral. A bandeira nacional é a bandeira de cores LGBT, e a moeda oficial é o euro.

6. A Whirlpool é a única empresa de eletrodomesticos importantes a obter uma pontuação perfeita no Índice de Igualdade Corporativa da Campanha de Direitos Humanos, que avalia as políticas relacionadas à igualdade LGBT por mais de 10 anos.

7. O uso do termo “lésbica” deriva dos poemas de Sappho, uma antiga poeta grega que nasceu na ilha de Lesbos e que escreveu poemas de amor a outras mulheres. Hoje em dia, Lesbos é um destino popular para o turismo LGBT por esse motivo.

8. O arcebispo de Canterbury foi um dos principais defensores da reforma do direito LGBT no Reino Unido, afirmando que existe um domínio sagrado da privacidade em que a lei não deve interferir.

9. Quando o ativista LGBT Stephen Donaldson foi aceito na Universidade de Columbia em 1965, foi na condição de ele se submeter a psicoterapia e não tentar seduzir outros alunos.

10. Havia uma gangue de vigilantes homossexuais nos anos 1970, em San Francisco, que percorria as ruas protegendo a comunidade LGBT.

11. Cerca 40% dos jovens sem-teto nos EUA se identificam como LGBT.

12. Birmingham, no Reino Unido, tem uma aldeia gay, que está cheia de negócios amigáveis ​​LGBT, incluindo lojas sexuais e um cinema adulto.

13. Os ilhéus gregos de Lesbos já processaram um grupo de direitos LGBT para parar de usar o termo “lésbicas” para se referirem a mulheres gays.

14. O número 41 tem uma grande importância entre os LGBT mexicanos, uma vez que 41 homens, alguns deles vestidos, foram presos durante uma festa na Cidade do México em 1901.

15. Os finlandeses pintaram um pedestre de arco-íris na frente de sua embaixada da Rússia em protesto contra a falta de direitos LGBT na Rússia.

16. 15% dos 800 mil habitantes de São Francisco são LGBT, o mais alto percentual entre qualquer grande cidade do mundo.

 

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top