Você está aqui
Início > Mundo Animal > Por que os maiores animais também não são os mais rápidos?

Por que os maiores animais também não são os mais rápidos?

Eles são fortes, sem dúvida, mas os maiores animais terrestres – girafas, elefantes, hipopótamos – não são os corredores mais rápidos. E na água, os maiores animais marinhos – como as baleias – não são os nadadores mais rápidos. Seus corpos são muito macios para se mover mais rapidamente.

Por que os maiores animais também não são os mais rápidos?

Mas ser pequeno também não é necessariamente uma vantagem, porque os músculos são muito pequenos para impulsionar a criatura a um ritmo mais rápido. Então, qual é o ponto certo da velocidade animal? Um grupo de cientistas recentemente descobriu e publicou seu modelo escalável na revista Nature Ecology & Evolution.

“Os cientistas sempre lutaram com o fato de que, na corrida de animais, os maiores não são os mais rápidos. Na natureza, os animais de corrida ou natação mais rápidos, como guepardos ou marlins, são de tamanho intermediário”, escrevem os autores. “Houve inúmeras tentativas para descrever esse fenômeno”.

Pesquisadores do Centro Alemão de Pesquisa de Biodiversidade Integrativa em Leipzig, na Alemanha, desenvolveram um algoritmo que encontra o melhor tamanho para criar os animais mais rápidos, e é verdade se a criatura viaja na terra, na água ou no ar. Basicamente, mostra que a velocidade máxima de um animal é tudo sobre aceleração.

“Os animais são limitados em seu tempo para aceleração máxima devido a restrições na energia disponível rapidamente. Conseqüentemente, o tempo de aceleração torna-se o fator crítico que determina a velocidade máxima dos animais”, escrevem os pesquisadores.

Guepardo são mais competitivos a pé com velocidades superiores a 110 km por hora. Os falcões são os mais rápidos no ar.

Enquanto os humanos se enquadram no local certo, investimos mais em superar outras espécies do que persegui-las ou ultrapassá-las, de acordo com cientistas.

Outras Curiosidades

O que você achou dessa curiosidade?

Top