Você está aqui
Início > Saúde > A masturbação pode diminuir risco de ter diabetes

A masturbação pode diminuir risco de ter diabetes

Existem várias coisas que não sabemos sobre a masturbação ainda nos dias atuais, mas os cientistas procuram a fundo para entender melhor os riscos e benefícios de se aliviar com as mãos (não necessariamente precisa ser a sua própria) e uma nova pesquisa sugere que a masturbação pode ajudar não só a diminuir o risco de câncer de próstata, mas também ajudar contra outras doenças.

Os cientistas da Austrália dizem ter encontrado provas de que auto prazer de se tocar pode ajudar de uma maneira global reduzindo o risco de doenças como cistite, diabete tipo 2 e câncer de próstata.

A masturbação pode diminuir risco de ter diabetes
A masturbação pode diminuir risco de ter diabetes

Os pesquisadores Anthony Santella, cientista de saúde pública da Universidade de Sydney, e a professora Spring Chenoa Cooper, explicam que a masturbação pode ter inúmeros benefícios para homens e mulheres.

Nas mulheres, a masturbação pode proteger de infecções cervicais e infecções do trato urinário (UTIs) através de um processo chamado “Excitação”, que ocorre como parte do processo de excitação. “a excitação estica o colo do útero e, portanto, o muco cervical, o que permite a circulação de fluidos, permitindo que fluidos cervicais cheios de bactérias possam ser liberados”, dizem eles.

Para os homens, a masturbação pode ajudar a reduzir o risco de câncer de próstata. Estudos anteriores mostraram que os homens que são sexualmente ativos são menos propensos a desenvolver câncer de próstata, o que pode ser devido à liberação de toxinas causadoras de câncer da próstata. Segundo Santella e Cooper, a masturbação atinge o mesmo efeito.

Eles acrescentam que a masturbação pode até mesmo reduzir o risco de diabetes tipo 2 em ambos os sexos (embora isso também possa ser explicado por uma melhor saúde de forma geral), reduzindo a insônia e tensão através da liberação hormonal e ajuda a evitar a depressão e aumentar o sistema imunológico do corpo, produzindo níveis de endorfinas – os químicos do cérebro que nós dão sensação de bem-estar – e o hormônio cortisol.

Além disso, a dupla explica que a masturbação é também “o método mais conveniente para maximizar orgasmos”, e que orgasmos regulares ajudam a aumentar a auto estima, reduzir o estresse, pressão arterial e dor e melhorar a força do assoalho pélvico através das contrações que ocorrem.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top