Você está aqui
Início > Diversos > Ciência > Uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase do câncer

Uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase do câncer

Um impressionante número de mortes por câncer são causadas quando as células tumorais espalham a doença em todo o corpo. Em um novo estudo, os pesquisadores identificaram um processo específico que faz com que o comportamento de disseminação celular, conhecido como metástase, ocorra. Eles também descobriram que dois medicamentos existentes utilizados juntos podem ajudar a interromper o processo.

Uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase do câncer
Uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase do câncer

No estudo, publicado on-line em Nature Communications, os pesquisadores estavam estudando quais eventos promovem metástases e descobriram que isso pode ser atribuído a um novo processo de sinalização bioquímica.

Descobrimos que não era o tamanho total de um tumor primário que causou as células cancerosas a se espalhar, mas quão bem essas células são colocadas juntas quando se separam do tumor”, disse o autor principal do estudo, Hasini Jayatilaka em um comunicado. “Descobrimos que a densidade celular é muito importante no desencadeamento de metástase”.

Os pesquisadores descobriram que uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase. Mas, os autores advertem que seu tratamento só foi realizado em modelos animais até o momento. No entanto, eles acreditam que sua descoberta pode desempenhar um papel fundamental na pesquisa do câncer.

Os pesquisadores descobriram que uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase.
Os pesquisadores descobriram que uma combinação de medicamentos pode ajudar a retardar a metástase.

Os dois medicamentos que aplicaram às células foram Tocilizumab e Reparixin. Tocilizumab é um fármaco imunossupressor usado para tratar artrite reumatóide moderada a grave e atualmente está sendo submetido a ensaios para o tratamento de câncer de ovário. Reparixin ainda não foi aprovado e atualmente está sendo avaliado em um câncer de células da mama.

“No nosso experimento de oito semanas, quando usamos esses dois fármacos juntos, o crescimento do próprio tumor primário não foi interrompido, mas a disseminação das células cancerosas diminuiu significativamente”, disse Jayatilaka. “Descobrimos um novo caminho de sinalização que, quando bloqueado, poderia potencialmente reduzir a capacidade de metástase do câncer”.

Veja também: 10 Alimentos que causam câncer e que você deve evitar

O câncer frequentemente se espalha para outras partes saudáveis do corpo, o que contribui para cerca de 90% das mortes por câncer, observam os autores do estudo. Mas, apesar disso, os medicamentos comerciais visam o local primário em vez de inibir a metástase.

“As empresas farmacêuticas vêem a metástase como um subproduto do crescimento tumoral”, disse o autor do estudo, David Wirtz. “Nosso estudo analisou mais de perto os passos que realmente iniciam metástases. Ao fazer isso, fomos capazes de desenvolver uma terapia única que atinja diretamente a metástase e não o crescimento do tumor primário”.

As células cancerosas atacam outras partes do corpo através de uma série de etapas. Depois de crescer ou invadir o tecido próximo, eles viajam através dos gânglios linfáticos ou da corrente sanguínea para outras partes do corpo. Quando se deslocam para o tecido circundante, as células crescem até formar pequenos tumores. Isso faz com que novos vasos sanguíneos se formem, dando às células um suprimento de sangue que lhes permite continuar a crescer.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top