Você está aqui
Início > Diversos > Os Incas construíram seu império sem dinheiro

Os Incas construíram seu império sem dinheiro

Nos séculos XV e XVI, Os incas foram o maior império conhecido na América do Sul. Ricos em alimentos, têxteis, ouro e coca, os Incas eram mestres da construção de cidades, no entanto, não tinham dinheiro. Na verdade, eles não tinham mercados.

Centrado no Peru, o território inca se estendeu pelos cumes dos Andes até o litoral, incorporando terras da atual Colômbia, Chile, Bolívia, Equador, Argentina e Peru – todos conectados por um vasto sistema rodoviário cuja complexidade rivalizava com qualquer um no Velho Mundo. O Império Inca pode ser a única civilização avançada da história a não ter nenhuma classe de comerciantes, e nenhum comércio de qualquer espécie dentro de seus limites. Como eles fizeram isso?

Os Incas construíram seu império sem dinheiro
Os Incas construíram seu império sem dinheiro

Muitos aspectos da vida dos incas permanecem misteriosos, em parte porque os relatos da vida inca vêm dos invasores espanhóis que efetivamente os eliminaram. Famoso, o conquistador Francisco Pizzaro conduziu apenas alguns homens em uma derrota incrível do exército inca no Peru em 1532. Mas o real golpe veio aproximadamente uma década antes, quando os invasores europeus desencadearam uma epidemia de varíola que alguns epidemiologistas acreditam que pode ter matado até 90% do povo Inca. Nosso conhecimento desses eventos e nossa compreensão da cultura Inca daquela época, vêm de apenas alguns observadores – principalmente missionários espanhóis, e um sacerdote mestiço e historiador Inca chamado Blas Valera, que nasceu no Peru duas décadas após a queda do Império Inca.

Riqueza Sem Dinheiro

Documentos de missionários e Valera descrevem os Incas como mestres de obras e planejadores de terras, capazes de cultivar alimentos sofisticados em plantações nas montanhas e de construir cidades. A sociedade inca era tão rica que poderia se dar ao luxo de ter centenas de pessoas que se especializaram no planejamento dos usos agrícolas das áreas recém-conquistadas. Eles construíram fazendas em terrenos nas montanhas cujas plantações de batata e milho e de amendoim e abóbora – foram cuidadosamente escolhidas para prosperar nas temperaturas médias para diferentes altitudes. Eles também cultivavam árvores para manter a camada superficial fina em boas condições.

Os Incas construíram seu império sem dinheiro: Incas eram mestres no cultivo de alimentos em montanhas.
Os Incas construíram seu império sem dinheiro: Incas eram mestres no cultivo de alimentos em montanhas.

Os arquitetos inca eram igualmente talentosos, projetando e levantando enormes pirâmides, irrigando com instalações de água sofisticadas como aquelas encontradas em Tipon, e criando templos enormes como Pachacamac junto com retiros nas montanhas como Machu Picchu. Os arquitetos usaram um sistema de cordas atadas para fazer a matemática necessária para construir em inclinações.

Os Incas construíram seu império sem dinheiro: Incas também tinham conhecimentos avançados de construção para a época.
Os Incas construíram seu império sem dinheiro: Incas também tinham conhecimentos avançados de construção para a época.

E, apesar de toda sua produtividade, os incas fizeram isso sem dinheiro ou mercado.

Ao contrário dos vizinhos astecas ou maias, que usavam bens como feijão e têxteis para comprar e vender produtos, não havia conceito de “dinheiro” entre os incas. Então, como conseguiram criar o maior e mais rico império da América do Sul? Através de um sistema altamente regulamentado conhecido como “Mita”. A partir dos 15 anos de idade, os homens Incas eram obrigados a fornecer trabalho físico para o Estado por um número determinado de dias, às vezes até dois terços do ano. Eles construíram edifícios públicos e palácios, bem como um extenso sistema de estradas (cerca de 22 mil km), que ligou o império e permitiu a sua expansão. Em troca, o governo fornecia todas as necessidades básicas da vida; Alimentos, roupas, ferramentas, habitação, etc. Nenhum dinheiro mudou de mãos. Isso não quer dizer que a sociedade inca não observava as enormes pilhas de ouro e prata sob suas terras. Na verdade, os Incas usavam esses metais preciosos como parte de sua adoração religiosa, considerando o ouro o “suor do sol”, e a prata como as “lágrimas da lua”.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top