Você está aqui
Início > Diversos > O papel foi inventado pelos chineses

O papel foi inventado pelos chineses

O papel, com certeza, é um dos instrumentos inventados pelo homem mais utilizados da história, após a invenção do papel foi possível melhorar a comunicação e os meios de se educar e aprender. Com ele ficou simples contar a história e os fatos e eles são muito importantes até os dias de hoje. Mas você sabia que o papel ao que as evidências indicam foi inventado pelos chineses?

De acordo com pesquisas recentes e escavações, a forma mais antiga de papel foi datado na dinastia Han ocidental, mas este tipo de papel foi feito de cânhamo que foi batido e desintegrado. Ele era muito grosseiro, tinha uma textura irregular e muito espessa. Este tipo de papel foi desenterrado em um túmulo Han em algum lugar na província de Ganshu e é até agora o primeiro tipo de papel encontrado.

O papel foi inventado pelos chineses
O papel foi inventado pelos chineses

Mas durante a Dinastia Han Oriental, por volta de 104 d.C, um eunuco da Corte Imperial chamado Cai Lun inventou um novo tipo de papel. Dizia-se que ele tinha fibras de bambu e a casca interna de uma amoreira. Ele então adicionou água a estes e bateu-nos usando uma ferramenta de madeira. Quando foram batidos completamente, derramou a mistura inteira sobre um pano tecido liso deixando a água drenar para fora. Quando foi secado, só as fibras permaneceram e com isso, Cai Lun percebeu que ele tinha feito um material que tem uma superfície boa para a escrita e que era leve. Também era muito fácil de fazer. Cai Lun usou outros materiais para fazer o papel, como retalhos ou cânhamo, cascas de árvore, redes de peixe e panos de linho. Em 105 d.C., ele apresentou esta invenção para He Di, o imperador na época e papel foi então inventado, de acordo com a história chinesa.

O papel foi inventado pelos chineses
O papel foi inventado pelos chineses: Processo de fabricação do papel inventado pelos chineses.

Esta nova arte de fazer papel depois se espalhou para a Coreia em cerca de 384 d.C. Em torno de 610 d.C., um monge coreano levou suas habilidades de fazer o papel com ele para o Japão. E durante a guerra da dinastia Tang, o império árabe capturou soldados e também alguns trabalhadores de fabricação de papel para que as habilidades fossem trazidas para as nações árabes. A fabricação de papel também foi trazida para a Índia por monges chineses que viajaram lá procurando os sutras budistas. E através dos árabes, as habilidades de produção de papel foram aprendidas e dominadas pelos africanos e pelos europeus. As habilidades de produção de papel se espalharam em todo o mundo.

Com a invenção de uma superfície de escrita barata e fácil, isso significava que ideias, ensinamentos e filosofias podiam ser facilmente transmitidos a outras pessoas. A educação tornou-se uma tarefa muito mais fácil e a comunicação com as pessoas a distância também ficou mais simples. O uso do papel mudou a forma como as pessoas ensinavam e aprendiam. Também promoveu e acelerou o progresso da civilização, da cultura e da literatura.

A técnica de fabricação de papel passou por diferentes processos sendo refinados e aperfeiçoados, desde seus humildes começos na Dinastia Han Oriental até as fábricas de produção em massa que encontramos hoje em dia.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top