Você está aqui
Início > Diversos > Quem inventou a primeira caneta esferográfica?

Quem inventou a primeira caneta esferográfica?

Os primeiros sussurros ocorreram no verão de 1944 – um inventor húngaro que vivia na Argentina criou algo sensacional. Placas-físicas práticas com cartuchos de tinta internos estavam em uso há décadas, mas László Bíró criou uma nova versão que usava um rolamento de esferas, ou seja, a caneta esferográfica moderna. Poderia usar tinta de secagem instantânea que rolava suavemente na página, e poderia escrever por seis meses – mesmo em altitudes elevadas – sem ser recarregado.

Quem inventou a primeira caneta esferográfica?
Quem inventou a primeira caneta esferográfica?

László Bíró resolveu criar uma caneta esferográfica após visitar uma gráfica e observar como os jornais recém-impressos secavam quase imediatamente e não borravam, então começou a pensar em uma caneta cuja tinta secasse mais rapidamente do que as opções disponíveis.

Ele propôs a criação de um tubinho contendo tinta de secagem rápida com uma bolinha na ponta que, ao mesmo tempo em que servia de “tampa”, evitava que a tinta se secasse e permitia que ela fosse aplicada sobre uma superfície com volume controlado. Assim, a esfera fica encaixada no interior de uma cavidade que, apesar de ser pequena, deixa que a pecinha gire facilmente.

Quem ajudou Bíró a desenvolver a tinta na consistência certa — nem líquida ou espessa demais — foi seu irmão, Georg, que era químico. Com esse problema solucionado, a dupla registrou a patente da caneta no início da década de 40 e logo começou a produzir os primeiros modelos comerciais.

Quem inventou a primeira caneta esferográfica?
Quem inventou a primeira caneta esferográfica?

A invenção se tornou famosa depois que a Força Aérea Real Britânica resolveu substituir as canetas-tinteiro — que vazavam horrores em grandes altitudes devido à variação de pressão — pela opção criada por Bíró durante a Segunda Guerra Mundial. Por fim, em 1945, após o término do conflito, o francês Marcel Bich desenvolveu uma forma de produzir as canetas com um custo muito mais baixo e, em 1949, introduziu no mercado as icônicas esferográficas BIC.

Deixe uma resposta

Top