Você está aqui
Início > Mundo Animal > Por que as Abelhas são tão importantes?

Por que as Abelhas são tão importantes?

As abelhas devem ser muito apreciadas, mesmo produzindo aquele barulho irritante, pois graças a elas temos mel para nós curar das gripes e outras coisas, flores para admirarmos e atrair vários animais, frutas e legumes para comermos, que sem elas não teríamos. Elas são uma das criaturas mais trabalhadoras do planeta, sem esses insetos a vida no planeta seria bem diferente, já que várias plantas e animais não existiriam.

Nossas vidas – e o mundo como um todo seria um lugar muito diferente se não existissem as abelhas. Para ilustrar este fato, considere estes números: as abelhas são responsáveis pela polinização de cerca de um sexto das espécies de plantas com flores em todo o mundo e cerca de 400 tipos diferentes de plantações agrícolas.

Os outros animais polinizadores, como morcegos, mariposas, borboletas, beija-flores, formigas e besouros contribuíram para cerca de US $ 10 bilhões de dólares em 2010 graças a polinização das plantações, já as abelhas sozinhas contribuíram com um valor de US $ 19 bilhões somente nos EUA.

Diferentes tipos de abelhas

Mundialmente, existem cerca de 25.000 diferentes tipos de espécies de abelhas (cerca de 4.000 nos EUA e no Brasil cerca de 300 espécies nativas). Este número enorme é dividido em mais de 4.000 gêneros de abelhas, que são depois subdivididos em apenas nove famílias de abelhas. A família Apidae é, talvez, a família mais conhecida.

Todas estas espécies obedientemente servem como polinizadores de nosso mundo agrícola. E todas elas são excelentes no que fazem. Por exemplo, todas as abelhas têm cabelos duros e bolsos nas pernas, o que lhes permite coletar mais pólen e transportar de forma mais eficientes o pólen entre as plantas. Não é só isso, abelhas parecem ser ainda mais bem-sucedidos em determinadas culturas devido aos seus maiores tamanhos e vibrações mais vigorosas. Isso ajuda a melhor dispersar o pólen entre as flores e os frutos que ela visita.

Polinização – Como funciona e por que é importante

O que é a polinização? Simplificando, é a transferência de pólen da parte masculina da flor, androceu, para o gineceu, que é a parte feminina da flor. Após a reunião dos dois, uma semente da planta, noz, ou frutas é então formada.

Algumas plantas dependem dos animais para ajudar com o seu processo de polinização, enquanto outros podem polinizar-se ou contar com o vento para fazer isso por elas.

Como é feito a Polinização e o Mel
Como é feito a Polinização e o Mel

As abelhas também tendem a concentrar as suas energias em uma espécie de planta de cada vez. Ao visitar as mesmas flores de uma determinada espécie em uma excursão, para que uma qualidade melhor da polinização ocorra, em vez de espalhar o pólen de várias plantas ao mesmo tempo, todas as plantas de uma espécie está recebendo uma distribuição uniforme do pólen vital de outras plantas de sua mesma espécie.

Polinização é essencialmente para a reprodução das plantas. Sem a ajuda de animais polinizadores, a nossa alimentação seria muito diferente – pelo menos um terço dos nossos grãos deixariam de existir.

Abelhas: fonte de alimento

Alguns exemplos de alimentos que não existiriam seriam: brócolis, aspargos, melão, pepinos, abóboras, amoras, melancias, amêndoas, maçãs e cerejas.

O mel é um produto alimentar criado pelas abelhas. O mel é produzido pelas abelhas que de uma forma simplificada pegam o néctar das flores e guardam em um recipiente que elas tem como se fosse um segundo estômago que cabe 70 mg, quando esse recipiente está cheio elas levam esse néctar coletado até a colmeia para virar o mel, porém o processo já começa na própria boca delas, pois elas produzem enzimas nas glândulas da boca que transformam o açúcar coletado do néctar das plantas, evitando com que ele estrague. As pessoas apreciam tanto o mel que em 2013 a safra que foi produzida estava avaliada em US $ 317,1 milhões de dólares.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top