Você está aqui
Início > Saúde > As mulheres se masturbam menos do que os homens

As mulheres se masturbam menos do que os homens

Existe uma piada que não sei se todos já ouviram falar, de que 98% das pessoas se masturbam e que os outros 2% das pessoas estão mentindo. Mas o que era apenas uma piada virou um estudo da universidade de Chicago que analisou 3116 pessoas americanas de 18 a 60 anos ( 1.769 mulheres e 1.347 homens), os entrevistadores fizeram perguntas do tipo “Quantas vezes a pessoa se masturbou nos últimos 12 meses” o resultado foi bem menor ao esperado, apenas 38 por cento das mulheres disseram que se masturbaram durante os últimos 12 meses, enquanto 61 por cento dos homens afirmaram ter se masturbado nos últimos 12 meses.

O resultado da pesquisa pode ter sido bem menor do que o esperado pelo fato de as perguntas terem sido feita cara a cara com o entrevistador, o que poderia ter deixado as pessoas sem jeito de confessarem seus hábitos sexuais.

As mulheres se masturbam menos do que os homens
As mulheres se masturbam menos do que os homens

Estudos anteriores mostraram que os homens são mais propensos a se masturbar desde a adolescência até a meia-idade. Isso foi parcialmente verdadeiro neste estudo. A taxa de masturbação dos homens caiu um pouco depois dos 50 anos. Mas, no geral, os homens que se masturbam continuam a fazê-lo na vida adulta.

No entanto, parece que as mulheres jovens levam algum tempo para começarem a se masturbar. Neste estudo, as mulheres com idades entre 20 a 39 foram as mais propensas a se masturbar, com taxas mais baixas entre as mulheres 18-20 e aqueles acima de 40.

Pesquisas anteriores mostraram que a masturbação se torna mais provável com o aumento da educação, maior frequência de pensamentos sexuais, experimentação sexual antes da puberdade e maior número de relações sexuais ao longo da vida. Nesse estudo ambos os sexos são iguais.

Estudos anteriores sugeriram que a má saúde reduz a masturbação. Neste estudo, isso era verdade para as mulheres, mas não para os homens. Os homens que se masturbam continuam fazendo isso, independentemente da sua saúde.

Estudos anteriores demonstraram que, comparados com pessoas criadas em famílias que são religiosamente liberais ou não-observantes, as pessoas levantadas em famílias fundamentalistas relatam menos masturbação. Este estudo concordou.

Tradicionalmente, a masturbação tem sido considerada como uma saída sexual conveniente para pessoas que não têm um amante. Neste estudo, isso se manteve verdadeiro para homens e mulheres.

Finalmente, o sexo envolve a proximidade física e emocional. Neste estudo, qualquer desconexão entre estes dois elementos, ou seja, o contato físico, mas sem proximidade emocional ou vice-versa, foi associado com o aumento da masturbação.

Infelizmente, como a maioria das pesquisas de sexo, esta não inclui pessoas com mais de 60 anos, apesar de outras pesquisas mostrarem que a maioria das pessoas com mais de 60 anos permanecem sexualmente ativas.

Outras Curiosidades

Deixe uma resposta

Top